Assine nossa
newsletter

7 medidas adotadas pelos governos para lidar com o coronavírus

30.11.2023
Autor: Colab
governo

Desde que a Organização Mundial da Saúde decretou o Covid-19, mais conhecido como coronavírus, como uma pandemia, governos de todo o mundo estão tomando medidas para combatê-lo e proteger a população.
Com base em algumas matérias feitas pela BBC, neste artigo mostraremos 7 medidas que estão sendo tomadas pelos países e as melhores práticas a serem realizadas nesta situação.

1. Testes de detecção do Coronavírus

A realização de testes para identificar casos de Covid-19 tem sido primordial no combate à doença. 

Segundo a OMS, testar todas as pessoas com sintomas é essencial para evitar a propagação da doença.

A Coreia do Sul, por exemplo, tem testado 10 mil pessoas por dia.

Contudo, a maior parte dos países só está realizando testes em casos mais graves, o que dificulta o combate ao vírus.

2. Isolamento

Outra política que tem sido adotada pelos países com maior número de casos, como Coréia do Sul, China e Itália, é o isolamento das pessoas que estão infectadas pelo vírus, ou até mesmo de regiões inteiras com grande incidência de casos.

Os chineses possuem um hotel para quarentenas, local para onde são enviadas pessoas com o vírus para que possam se recuperar e não contaminem familiares e outras pessoas de seu convívio.

Muitos governos, inclusive em alguns estados do Brasil, estão cancelando eventos com mais de 500 pessoas e incentivando as pessoas a ficarem em casa, trabalhando em modo home office.

O isolamento e a suspensão de aglomerações têm sido fundamentais para evitar a disseminação do vírus e a contaminação de mais pessoas.

Cingapura, Taiwan e Hong Kong também tem aderido ao isolamento e caso as pessoas descumpram essa medida, podem ser obrigadas a pagar multas equivalentes a 15 mil reais.

A França vem seguindo esse caminho e a população deve ficar em isolamento por um período de 15 dias, saindo de casa apenas por motivos importantes.

A Itália está em estado de isolamento total desde o dia 9 de março e outros países da União Européia, como a Espanha, estão fechando suas fronteiras.

3. Reagir à crise com rapidez

O tempo é um fator decisivo no combate ao coronavírus. No mês de janeiro, o Taiwan começou a rastrear passageiros vindos de uma região da China que foi o epicentro para a pandemia. Já Hong Kong iniciou a medição de temperatura nos aeroportos, além de deixar as pessoas recém chegadas de viagem em isolamento por um período de 14 dias.

Regiões da Europa e nos EUA não estavam preparadas para enfrentar esse tipo de pandemia e tiveram uma reação tardia ao problema, fazendo com que ele tomasse proporções muito maiores.

Autor: Colab

Descubra como a IA está transformando governos com o Chat GPT


Baixar

Colab na Mídia

22.02.2024

Segurança de dados: um ponto que merece a atenção das gestões públicas

13.02.2024

Transformação digital: como ela pode contribuir na gestão pública colaborativa

08.02.2024

4 fatores que comprovam a relevância da inovação no governo

21.02.2024

Engajando a população: 6 estratégias para uma gestão pública eficiente