Assine nossa
newsletter

7 Países onde a digitalização de serviços públicos é uma realidade

30.11.2023
Autor: Colab
governo

Depois da aprovação da Lei de Governo Digital, a pauta da digitalização de serviços entrou em alta e as prefeituras de todo país estão correndo atrás de ferramentas para transformar a maneira como oferecem seus serviços e diminuir a burocracia.

Contudo, já existem muitos países onde a digitalização de serviços públicos é uma realidade que beneficia o poder público e a população há anos. Você já os conhece?

Separamos 7 desses países pioneiros na digitalização de serviços públicos para você nesse artigo. Confira!

 1. Estônia

A Estônia é uma das maiores referências no mundo quando o assunto é administração pública digital. No pequeno país europeu, existem apenas três serviços que precisam da presença física do cidadão: casamento, divórcio e transferência de imóvel. Todo resto pode ser realizado online, usando a assinatura digital presente no RG de mais de 98,2% da população estoniana.

A Estônia também criou uma rede para compartilhar os dados entre sistemas das agências do governo e mecanismos de consulta para facilitar a troca segura entre diferentes portais governamentais.

2. Dinamarca

Segundo relatório de Governo Digital da ONU, a Dinamarca é o país com o melhor desempenho de governo digital do mundo e essa excelente posição é resultado da estratégia adotada pelo país desde 2016 que prioriza o acesso aos serviços digitais, obrigando legalmente que os cidadãos os acessem.

3. Austrália

Detentora do terceiro lugar no ranking de Governo Digital do relatório da ONU, a Austrália está trabalhando desde 2015 para melhorar a maneira como oferece seus serviços para a população.

O processo começou com a criação da Digital Transformation Agency (DTA), ou Agência de Transformação Digital, que tem como objetivo levar e liderar a transformação digital para todos os setores da administração pública australiana.

4. Coreia do Sul

Desde 1987, o governo da Coreia do Sul começou a digitalizar os serviços oferecidos para a população e em 2014 já tinha mais de 722 serviços públicos online para a população.

O avanço tecnológico do país é tão notório que em março de 2021 uma comitiva do MCT, liderada pelo ministro Marcos Pontos, saiu do país para bater um papo sobre ciência e tecnologia com representantes sul coreanos.

5. Reino Unido

O governo do Reino Unido lançou um portal único para que todos os departamentos ofereçam os seus serviços no mesmo lugar, evitando assim que o cidadão tenha que acessar diversos sites para utilizar os serviços públicos e diminuindo a burocracia.

O projeto do portal chamou tanta atenção que os criadores publicaram uma lista com os princípios de design que os guiaram na criação e execução deste projeto. Em tradução livre, são:

1.       Comece com as necessidades dos cidadãos, não do governo.

2.       Faça menos.

3.       Crie com base em dados.

4.       Faça o trabalho duro parecer simples.

5.      Repita e depois faça novamente.

6.       Isso é para todos.

7.       Conheça o contexto.

8.       Construa serviços digitais e não sites.

9.       Seja consistente, não uniforme.

10.   Faça coisas de forma aberta, isso só as torna melhores.

6. Finlândia

A nação mais feliz do mundo tem a digitalização de serviços públicos como uma realidade em seu dia a dia.

Assim como a Estônia e a Austrália, a Finlândia usa APIs para fortalecer as plataformas do governo e integrar os canais utilizados pelos órgãos públicos para oferecer serviços para a população.

Além disso, algumas iniciativas foram criadas nas últimas décadas para estimular a participação cidadã no país, como destacadas pelo Relatório de Governos Digitais da ONU, dessas podemos destacar:

·         O Registo de Projetos do Governo (HARE), estabelecido em 1999;

·         O website otakantaa.fi, criado em 2000, para promover discussões públicas sobre propostas governamentais;

·         O projeto Hear Citizens (2000-2005);

·         O Programa de Políticas do Governo sobre Participação Cidadã (2003-2007) e a Rede de Democracia, atividade permanente, criada em 2007.

7. França

O governo francês tem como objetivo alcançar a transformação digital do serviço público, tendo 100% dos serviços online até 2022. Por isso, muitas ações são tomadas em pró dessa transformação, como a Ação Pública 2022: para a transformação dos serviços públicos com o objetivo de simplificar e digitalizar processos administrativos.

E a digitalização de serviços públicos no Brasil?

A digitalização de serviços tem enorme potencial para reduzir a burocracia, auxiliar a economia e aumentar o PIB – segundo o relatório “Estratégia brasileira para a transformação digital”. Com a Lei de Governo Digital, a expectativa é que em breve tenhamos ainda mais avanços com a digitalização de serviços e que esses serviços estejam a poucos cliques de distância de qualquer pessoa no território nacional.

Autor: Colab

Descubra como a IA está transformando governos com o Chat GPT


Baixar

Colab na Mídia

22.02.2024

Segurança de dados: um ponto que merece a atenção das gestões públicas

13.02.2024

Transformação digital: como ela pode contribuir na gestão pública colaborativa

08.02.2024

4 fatores que comprovam a relevância da inovação no governo

21.02.2024

Engajando a população: 6 estratégias para uma gestão pública eficiente