Assine nossa
newsletter

ATENÇÃO! Eleição de funcionários para os próximos 4 anos no Brasil

30.11.2023
Autor: Colab
cidadao

Se você fosse empresário, como avaliaria um candidato para uma vaga na sua empresa? Quais competências buscaria? Depende da vaga, certo? Quais valores são inegociáveis no seu modo de enxergar a vida? Qual critério de seleção usaria entre um candidato e outro?

Pois, bem! Quero te elevar ao mais alto grau de responsabilidade. Temos a faca e o queijo na mão. É momento de escolher nossos novos funcionários, nossos representantes públicos.

Alguém disse “É bom ser fiel. Mas é melhor ser fiel e competente.” Se aplica também aos bons samaritanos dispostos a ajudar a cidade. E é ótimo que tenha essa disposição em servir, e pode fazer isso de outras formas, em outros setores. É preciso ter preparo teórico e técnico para exercer as funções políticas e representativas.

Só boa vontade não “enche a barriga” e sabemos que de boas intenções o inferno está cheio.

É ano eleitoral e o movimento político por todo o país está borbulhando, mesmo com as limitações na pandemia que vivemos. Neste ano, escolheremos novos vereadores e vereadoras, prefeitos e prefeitas.

São figuras importantíssimas em nossas cidades, que precisam ter suas obrigações levadas muito a sério para que um trabalho bem feito seja realizado nos próximos 4anos. A cidade estará nas mãos deles.

 A vida acontece na cidade. É lá onde o povo mora, estuda, faz compras, e procura algum entretenimento. Em muitos casos, cidades vizinhas são suporte para essas ou outras necessidades.

Mas é na cidade onde dormimos, caminhamos, e circulamos de carro ou transporte público. Se uma emergência de saúde acontecer na madrugada, é na cidade que vai buscar socorro. É da cidade a arrecadação dos impostos e é nela que deve ser bem investido. O vereador precisa ficar de olho.

São os vereadores que analisam a receita da cidade, podem e devem colocar um freio no orçamento quando necessário. São eles quem devem fuçar todos os gastos que acidade tem, e entender as letras miúdas do contrato e ficar de olho em qualquer negociação duvidosa. Devem ser esclarecedores da situação. São os fiscais do povo.

E é do povo que eles devem trazer as ideias para serem discutidas na câmara municipal, ideias essas que podem se tornar em lei. É um ciclo, uma rotina muito trabalhosa, mas recompensadora. Se fosse minha empresa, é mais que necessário, é imprescindível que o meu funcionário vereador goste de ler, goste de estar com o povo, saiba enfrentar conflitos, goste de argumentar, questionar, ser tido como “chato” pelo prefeito.

Se tudo vai a mil maravilhas, pode procurar que tem alguma coisa podre no meio.

Autor: Colab

Aprenda a digitalizar serviços públicos com nosso curso gratuito exclusivo. Transforme a experiência do cidadão e aumente a eficiência da sua prefeitura.


Inscreva-se!

Colab na Mídia

22.04.2024

Veja como o Colab melhorou a eficiência de alguns municípios

17.04.2024

Veja como o Colab atua na prevenção contra a dengue

16.04.2024

Atendimento multicanal: veja detalhes da parceria entre Colab e Prefeitura de Santo André

10.04.2024

Otimize os dados do seu município e melhore a prestação de serviços

13.03.2024

Indicadores de performance na gestão pública: fatores para levar em consideração

22.02.2024

Segurança de dados: um ponto que merece a atenção das gestões públicas

13.02.2024

Transformação digital: como ela pode contribuir na gestão pública colaborativa

08.02.2024

4 fatores que comprovam a relevância da inovação no governo

16.05.2024

Saiba qual é o poder do design de serviços na transformação do setor público