Assine nossa
newsletter

Elas votam: o movimento sufragista no mundo

30.11.2023
Autor: Colab
cidadao

Durante décadas, mulheres lutaram ativamente para conquistarem igualdade de direitos com os homens. Uma das mais expressivas lutas foi o movimento sufragista, ocorrido entre os séculos XIX e XX no mundo todo.

Neste artigo, vamos te contar como as sufragistas conquistaram o lugar das mulheres na democracia.

Histórico

Europa, século XIX. A Revolução Francesa ainda iluminava os pensamentos de todos. As mulheres pertencentes à burguesia eram altamente instruídas, enquanto as da classe trabalhadora já estavam empregadas em grandes fábricas devido à Revolução Industrial. Ambas viviam em um mundo em que mulheres não possuíam os mesmos direitos que os homens, mas exerciam papéis fundamentais na sociedade e na economia, então por qual motivo não podiam ajudar a decidir o destino do local onde moravam?

A partir daí, nasceu o movimento pelo voto (ou sufrágio) feminino, que mais tarde tomou conta do mundo, se tornando a primeira onda do movimento feminista

A luta

Após grande luta das mulheres neozelandesas, a Nova Zelândia foi o primeiro país a instituir o voto feminino em 1893. Esta conquista teve repercussão na Inglaterra, local onde se desenrolaram os desfechos mais trágicos do movimento. 

As principais ações das sufragistas inglesas eram baseadas em 4 frentes: campanhas publicitárias, manifestações não violentas, manifestações violentas e greves. 

Muitas mulheres foram presas neste período numa tentativa do governo de deter os protestos. Isto porque, além do direito ao sufrágio, as mulheres da classe operária também reivindicavam melhores condições de trabalho, já que possuíam salários menores e haviam preenchido as vagas de trabalho de homens mortos na 1ª Grande Guerra. 

O ápice do movimento sufragista inglês foi em 1913, quando uma professora chamada Emily Davison se jogou na frente do cavalo do Rei Jorge V durante uma corrida, o que chamou a atenção de todos e acabou causando a morte da ativista. Assim, a morte de Emily tornou-a mártir do movimento e deu mais força às sufragistas, que finalmente conquistaram o direito ao voto, para mulheres com mais de 30 anos, em 1918. A igualdade democrática só veio 10 anos depois, quando as mulheres, assim como os homens, puderam votar a partir dos 21 anos.

Autor: Colab

Descubra como a IA está transformando governos com o Chat GPT


Baixar

Colab na Mídia

22.02.2024

Segurança de dados: um ponto que merece a atenção das gestões públicas

13.02.2024

Transformação digital: como ela pode contribuir na gestão pública colaborativa

08.02.2024

4 fatores que comprovam a relevância da inovação no governo

21.02.2024

Engajando a população: 6 estratégias para uma gestão pública eficiente