Assine nossa
newsletter

Políticas de Limpeza Urbana: A batalha contra as bitucas

30.11.2023
Autor: Colab
governo

O Corvo é uma espécie de pássaro que está ao lado dos seres humanos desde a era Viking, quando foi cultuado como o grande informante de Odin (deus da sabedoria, da poesia, da guerra e da morte). Coincidentemente, os mesmos pássaros hoje são recrutados para uma batalha contemporânea, a do combate às bitucas de cigarro.

Uma matéria publicada recentemente no jornal The Guardian chamou nossa atenção. A empresa Corvid Cleaning, sediada na Suécia, está recrutando Corvos que agem voluntariamente para pegar bitucas de cigarro e jogar no lixo, mas você deve estar se perguntando: “O que eu tenho a ver com isso?”. A resposta é, tudo! As bitucas de cigarros são as grandes vilãs ambientais, elas poluem mais os oceanos do que sacolas e canudos plásticos.

No projeto piloto idealizado por Cristian Günther-Hanssen, os pássaros são treinados para recolher bitucas que foram descartadas de forma errada nas ruas e praças da cidade, como forma de redução de custos para problemas voltados ao meio ambiente. A ideia é adestrar os Corvos para fazerem o trabalho em troca de grãos de amendoim. 

Segundo a Fundação Keep Sweden Tidy, são mais de 1 bilhão de bitucas deixadas pelas ruas da Suécia por ano, o que representa 62% de todo o lixo. A cidade de Södertälje gasta em torno de 20 milhões de Coroas Suecas (cerca de 10 milhões de reais) em limpeza urbana. Se ampliássemos isso a nível mundial, como seria?

Estima-se que o número de fumantes no mundo ultrapassa de 1 bilhão e meio de pessoas, essa enorme quantidade multiplicada por bitucas equivale a 12,3 bilhões de bitucas descartadas diariamente. A grande maioria delas são descartadas incorretamente, o que acaba degradando o meio ambiente e, consequentemente, nossa vida.

Trazendo a problemática mais pra perto, em São Paulo, quando foi aprovada a lei antifumo em ambientes fechados, em meados de 2009, o problema se agravou ainda mais, já que os estabelecimentos não se responsabilizam pelos fumantes que estão na calçada, deixando muitas vezes de oferecer cinzeiros e lixeiras apropriadas para a coleta das bitucas.

Existem diferentes formas de acabar com esse mau hábito da sociedade, através de políticas públicas ou iniciativas da própria sociedade civil, que é o caso de Södertälje, com seu projeto piloto de Corvos. Nele, Cristian visa duas esferas diferentes que se complementam: a ambiental e a econômica.

Autor: Colab

Aprenda a digitalizar serviços públicos com nosso curso gratuito exclusivo. Transforme a experiência do cidadão e aumente a eficiência da sua prefeitura.


Inscreva-se!

Colab na Mídia

22.04.2024

Veja como o Colab melhorou a eficiência de alguns municípios

17.04.2024

Veja como o Colab atua na prevenção contra a dengue

16.04.2024

Atendimento multicanal: veja detalhes da parceria entre Colab e Prefeitura de Santo André

10.04.2024

Otimize os dados do seu município e melhore a prestação de serviços

13.03.2024

Indicadores de performance na gestão pública: fatores para levar em consideração

22.02.2024

Segurança de dados: um ponto que merece a atenção das gestões públicas

13.02.2024

Transformação digital: como ela pode contribuir na gestão pública colaborativa

08.02.2024

4 fatores que comprovam a relevância da inovação no governo

16.05.2024

Saiba qual é o poder do design de serviços na transformação do setor público