Assine nossa
newsletter

Serviços digitais: Onde estão? Como são criados? O que fazem?

30.11.2023
Autor: Colab
governo

Estamos indo cada vez mais para um caminho sem volta, onde a transformação digital ocupará o espaço dos armários antigos e antiquados de papéis, notas, contratos, filas e burocracia. Já até nos acostumamos com tanta facilidade promovida pelo meio digital durante o nosso dia a dia, que quando não temos algum aplicativo na mão para solucionar as demandas, achamos estranho, desatualizado.

A pauta desse “novo normal” vem sendo tratada aqui no blog com bastante frequência, em artigos que comparam o uso da tecnologia x burocracia, o resultado dos programas criados e sua efetividade e o que é um e-Gov. E como disse antes, será um caminho sem volta, tanto de serviços quanto de comportamento. 

Nas políticas públicas o desenvolvimento dessas ferramentas tecnológicas faz parte de uma estratégia importante para zelar por uma relação transparente e ágil entre governo e sociedade. Sua transformação começa de dentro pra fora, com a organização otimizando tempo e custo que seriam gastos numa dinâmica analógica.

A digitalização dos serviços vem sendo cada vez mais modificada e implementada pelos órgãos federais e municipais, ainda que seja um desafio integrar todas elas, já é um começo para destacar exemplos de sucesso.

Onde estão esses serviços?

No governo eles estão em forma de desburocratização de serviços públicos, dando mais autonomia e agilidade aos cidadãos. Como é o caso do Poupatempo, em São Paulo, que disponibiliza mais de 100 serviços no aplicativo. 

O mais recente deles é a digitalização do CRV – Certificado de Registro de Veículo, o famoso documento de compra e venda, que poderá ser feito via QR code. 

Essa é uma realidade de uma metrópole, mas que já se espalha para outras cidades, como Goiás (Vapt Vupt), Brasília (Na hora), Minas Gerais (Uai), Rio de Janeiro (Rio Poupatempo), Espírito Santo (Faça Fácil) e Rio Grande do Sul (Tudo Fácil). 

E é claro que não podemos deixar de falar do Colab, né? Através dele, mais de 300 mil usuários do Brasil inteiro podem solicitar serviços de zeladoria urbana às prefeituras. Em breve, o aplicativo ganhará novas funções e poderá ser utilizado para marcar consultas médicas na rede pública e até mesmo pagar o IPTU. 

Autor: Colab

Aprenda a digitalizar serviços públicos com nosso curso gratuito exclusivo. Transforme a experiência do cidadão e aumente a eficiência da sua prefeitura.


Inscreva-se!

Colab na Mídia

22.04.2024

Veja como o Colab melhorou a eficiência de alguns municípios

17.04.2024

Veja como o Colab atua na prevenção contra a dengue

16.04.2024

Atendimento multicanal: veja detalhes da parceria entre Colab e Prefeitura de Santo André

10.04.2024

Otimize os dados do seu município e melhore a prestação de serviços

13.03.2024

Indicadores de performance na gestão pública: fatores para levar em consideração

22.02.2024

Segurança de dados: um ponto que merece a atenção das gestões públicas

13.02.2024

Transformação digital: como ela pode contribuir na gestão pública colaborativa

08.02.2024

4 fatores que comprovam a relevância da inovação no governo

16.05.2024

Saiba qual é o poder do design de serviços na transformação do setor público